Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > 27/07/2016 - Leituras obrigatórias para Literatura Ocidental II
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

27/07/2016 - Leituras obrigatórias para Literatura Ocidental II

  • Publicado: Quarta, 27 de Julho de 2016, 16h48
  • Última atualização em Segunda, 01 de Agosto de 2016, 14h23
  • Acessos: 1611

Período letivo: 2016/2

Ministrante: Profª.Dra. Cláudia Mentz Martins

As leituras estão na ordem solicitada ao longo do semestre.

GÓGOL, Nicolau. “O capote” 

BAUDELAIRE, Charles. “Correspondências”, “A uma carniça”, “A morte dos amantes”, “A morte dos pobres”, “A morte dos artistas”, “O fim da jornada”, “O sonho de um curioso”, “A viagem” 

FLAUBERT, Gustave. Madame Bovary

IBSEN, Henrik. A casa de bonecas

MAUPASSANT, Guy de. “O Horla” (segunda versão)

WILDE, Oscar. Salomé 

MALLARMÉ, Stéphane. “Um lance de dados jamais abolirá o acaso”

JOYCE, James. “Arábia”, “Os mortos”

BORGES, Jorge Luis. “A biblioteca de Babel”, “O livro de areia”

Sugestão de bibliografia

BAUDELAIRE, Charles. As flores do mal. Tradução de Ivan Junqueira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1983.

FLAUBERT, Gustave. Madame Bovary. Tradução de Ilana Heineberg. Porto Alegre: L&PM, 2004.

GÓGOL, Nikolai. Contos russos. Tradução de Vinicius de Moraes. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.

IBSEN, Henrik. Casa de bonecas. Belo Horizonte: Veredas, 2003.

JOYCE, James. Dublinenses. Tradução de Guilherme da Silva Braga. Porto Alegre: L&PM. 2013.

MALLARMÉ, Stéphane. Um lance de dados. In: CAMPOS, A.; PIGNATARI, D.; CAMPOS, H. Mallarmé. São Paulo: Perspectiva, 2006.  

MAUPASSANT, Guy de. Contos fantásticos. Tradução de José Thomaz Brum. Porto Alegre: L&PM, 2002.

WILDE, Oscar. Obra completa. Tradução de Oscar Mendes. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1980.

OBSERVAÇÕES:

  • Poderá ser solicitada, durante o curso da disciplina, bibliografia complementar.
  • Em razão de sua extensão, a obra Madame Bovary não será disponibilizada para fotocópia.
registrado em:
Fim do conteúdo da página